20/04/2019

Notícia/Colunista

Por Dr. Tassio Alvarenga Lopes: Estou ansioso para que você leia este texto!

Foto: Dr. Tassio Alvarenga Lopes

Passei a noite preocupado. Pensava se você iria ler este texto que escrevi. Aliás já estava pensativo faz dias, sofrendo por antecedência se teria sua atenção na leitura deste artigo. Afinal de contas é para isto que escrevo - para lhe agradar! Cheguei, inclusive, a perder noites de sono. Quando conseguia pestanejar, tinha sonhos e pesadelos com você rejeitando meu texto. Quantas vezes tive que tomar um banho e deixar a água quente batendo em meus ombros para aliviar a tensão muscular que me abatia. Minha musculatura retesava de tanta ansiedade. Pensei em te ligar. Na verdade cheguei a te ligar, mas deu caixa postal. Gostaria de saber se você iria dedicar uma pequena parte de seu dia degustando minhas palavras escritas com carinho para você. Como não tive sucesso em entrar em contato contigo passei a ficar desesperado. Perambulava de um lado para outro, inquieto, feito um beija-flor voando de uma rosa a outra. Senti que estava perdendo o controle. Será que você se lembraria de minha coluna semanal? ansioso em demasia, fiquei irritado. De tão nervoso, já não suportava mais os barulhos das pessoas. Passei a tratar com rispidez quem se aproximava de mim. Cheguei, confesso, à agressividade verbal com algumas. Poxa! você poderia aliviar meu sofrimento se sinalizasse que iria ler o meu texto! Mas, não, né?! Seu silêncio me matava. Parei de comer. Emagreci. A ansiedade só aumentando e, então, em um belo dia, comecei a me sentir estranho. Meu coração disparado, minha respiração ofegante, minhas mãos trêmulas, um aperto no pescoço e uma sensação de que iria enfartar. Fui correndo ao pronto socorro. Lá recebi o diagnóstico do doutor - eu estava tendo uma crise de pânico! Motivo - ansiedade por não saber se iria ser correspondido. A minha memória começava a falhar. Já não me lembrava onde tinha posto objetos e me esquecia de datas e nomes. Minha mente ansiosa, meus pensamentos acelerados, minha cabeça cheia já não tinha espaço para guardar mais nenhuma informação. Os dias iam passando e minha ansiedade só aumentando. Amanhã vou ter que procurar um gastroenterologista, pois estou com queimação no estômago e diarreia. A minha esperança é que enquanto eu estiver no médico, você possa ler meu texto

Caso você esteja como eu, preocupado em excesso, sofrendo por antecedência, desesperado, inquieto, insone, sem apetite, com tensão muscular, tendo crises de pânico, esquecendo-se facilmente e com sintomas gástricos, procure um psiquiatra. Você como eu temos transtorno de ansiedade generalizado!

Que bom que você leu

autor

DR. TASSIO ALVARENGA LOPES

CRMMG 47.499 RQE 34.293

PSIQUIATRA COM FORMAÇÃO EM MEDICINA PELA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA E RESIDENCIA MEDICA EM PSIQUIATRIA PELO CENTRO HOSPITALAR PSIQUIÁTRICO DE BARBACENA DA FUNDAÇÃO HOSPITALAR DE MINAS GERAIS.

 

RUA MAJOR JOSE GALDINO, 133 CENTRO CAMPO BELO MG

3831 - 1224 

99906 - 1224

Veja também