21/05/2019

Notícia/Lavras

Ibama aplica cerca de R$119 mil de multas em madeireiras irregulares em MG

Foto: Ibama

Uma operação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) aplicou até esta quarta-feira (8) cerca de R$119 mil em multas a madeireiras com irregularidades em Minas Gerais.

O instituto realizará, até sábado (11), a operação “Madeira Ilegal”, com objetivo de combater fraudes nos sistemas de controle do material. Serão vistoriadas empresas em Belo Horizonte, Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e Lavras, no Sul de Minas, suspeitas de participar de esquemas irregulares.

A matéria continua após a publicidade:

De acordo com o Ibama, a análise dos dados de movimentação revelou que cerca de 4.000 m3 de madeira serrada de espécies nativas vinda da floresta amazônica foram comercializadas de forma ilegal em Minas Gerais.

Ainda segundo o órgão, as fraudes mais comuns foram a emissão de guias de transportes com rotas consideradas inviáveis, a venda de madeiras de baixa qualidade e até mesmo empreendimentos funcionando sem registro.

Além das multas cobradas, o Ibama afirmou que pretende com a ação uma maior legalidade na comercialização dos produtos florestais. Ninguém foi preso.

Veja também